Pesquisa sobre o leite de égua

Pesquisa sobre o leite de égua para problemas de pele

A pesquisa mais importante sobre os efeitos benéficos do leite de égua sobre os problemas de pele foi publicada em 2009 pela Universidade Friedrich-Schiller Jena, na Alemanha.

Durante este estudo, as experiências de pacientes em tratamento com égua foram coletadas e estudadas anonimamente para comprovar suas propriedades benéficas.

Mais de 90% dos entrevistados que sofrem de vários tipos de doenças de pele afirmaram que a gravidade de seus sintomas, como coceira e sono irregular associado, diminuiu drasticamente. Segundo o professor Dr. Rainer Schubert, que liderou o estudo, a melhora desses sintomas pode ser medicamente apoiada.

Neste estudo, eles revisaram mais de 100 prontuários de pacientes que bebiam leite de égua por seis meses.

Os primeiros resultados positivos podem ser observados assim que duas semanas após o início do experimento. Os acompanhamentos dermatológicos mensais com a ferramenta de avaliação (SCORAD) apontaram que, após seis meses, os sintomas dos pacientes haviam melhorado de "semi-grave/grave" para "leve/inexistente".

Alguns pacientes foram capazes de reduzir a ingestão de medicamentos. Outros relataram uma diminuição drástica da coceira e o desaparecimento de seus distúrbios do sono causados ​​por dermatites.

Um terço dos pacientes viu seus sintomas de dermatite diminuirem 30%, mas nem todos os pacientes apresentaram os mesmos resultados. Os cientistas acreditam que esses números se assemelham à eficácia de um medicamento tradicional, que também não funciona para todos os indivíduos.

75% de todos os consumidores com problemas intestinais, problemas respiratórios ou problemas no fígado - reagiram positivamente ao beber leite de égua. O grupo de pessoas com distúrbios intestinais relatou uma diminuição nos sintomas e melhor saúde geral. O cientista observou que, para obter melhores resultados, é necessário tratamento a longo prazo com o leite de égua.

A Universidade Friedrich-Schiller Jena estuda os benefícios do leite de égua como tratamento de suporte há mais de dez anos. Os cientistas concordam que algumas proteínas no leite de égua - especialmente lisozimas, lactoferrina, hemoglobina A e lactose - estimulam a flora intestinal e o sistema imunológico dos pacientes. Seus estudos publicados sobre a influência do leite de égua na dermatite e outras doenças inflamatórias crônicas apontam os benefícios da ingestão a longo prazo de leite de égua por pelo menos seis meses.

Equilac

Equilac® Cápsulas

Descubra mais sobre as cápsulas de leite de égua Equilac® e como elas podem ajudar a reduzir os sintomas de psoríase, eczema e acne de dentro para fora. Tome nossas cápsulas por três meses consecutivos e descubra o que Equilac® pode fazer pela sua pele.

Saber mais